MEU CORPO , MEU DOMÍNIO!

MEU CORPO, MEU DOMÍNIO!
É fato que homens e mulheres não exercem a sexualidade da mesma forma.
A mulher, por questões sócio-culturais, tem menos intimidade com a própria sexualidade.
E ainda hoje, continuamos replicando modelos antigos de educação e castrando, principalmente, nossas meninas…
É natural ver, como ficamos desconfortáveis quando uma menininha descobre o prazer de tocar sua região íntima. Nossa primeira reação é exatamente igual a de nossas mães: “- Não põe a mão aí que é feio, ou então “que machuca” é “sujo” e por aí vai.
Já quando o menino tem a primeira ereção, passa a ser um “evento” super valorizado e aplaudido por nossa cultura machista: “- Ah! Este puxou o pai! É macho! Vai ser “comedor”!…
Esta não permissão para nos tocarmos, pode refletir na forma como nos relacionamos com nossa sexualidade na fase adulta.
De acordo com o último levantamento sobre o perfil sexual dos brasileiros, realizado pelo Projeto Sexualidade (ProSex) com mais de 8 mil pessoas do país, 30% das mulheres brasileiras vive esta situação.

Por isto, mulherada, condição sine qua non :
Se toquem!
A masturbação é MUITO importante, porque nos ajuda a descobrir o que gostamos e como gostamos.
O outro não pode ser responsável por nosso orgasmo. Temos que ser “masters” em conhecimento do nosso próprio corpo, pois quando estivermos juntos, seremos capazes de conduzi-lo para nosso prazer.
E isto nos levará a cultivar uma vida sexual com qualidade. Estamos também no Instagram viasexyshop